Economia

Pfizer: intervalo de vacinação pode cair de 3 meses para 21 dias, diz ministro

Segundo o ministro Marcelo Queiroga, ministério estuda viabilização logística das doses para diminuir o intervalo de vacinação da Pfizer

Publicada em 26/07/21 às 12:56h - 3343 visualizações

por ISTOÉ Dinheiro


Compartilhe
Compartilhar a notícia Pfizer: intervalo de vacinação pode cair de 3 meses para 21 dias, diz ministro  Compartilhar a notícia Pfizer: intervalo de vacinação pode cair de 3 meses para 21 dias, diz ministro  Compartilhar a notícia Pfizer: intervalo de vacinação pode cair de 3 meses para 21 dias, diz ministro

Link da Notícia:

Pfizer: intervalo de vacinação pode cair de 3 meses para 21 dias, diz ministro
 (Foto: Pozzebom/Agencia Brasil)

O intervalo da segunda dose da vacina Pfizer pode ganhar uma redução de três meses para 21 dias, indicou nesta segunda-feira (26) o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

O ministro disse que a redução é “muito provável” e o ministério deve seguir o período previsto na bula do imunizante da Pfizer. O período de três meses, adotado em todo o País, foi utilizado como forma de controlar a baixa oferta de doses disponíveis para a população.

Queiroga disse que o governo conta com segurança no recebimento de doses suficientes para diminuir o intervalo de vacinação e fecha detalhes de logística para oficializar a decisão. Até dezembro o Ministério espera receber 100 milhões de doses.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (81)998723401

Visitas: 23449
Usuários Online: 55
Copyright (c) 2022 - bigUPlay
Converse conosco pelo Whatsapp!